• drcharlesrsouza

O pai da Eletrocardiografia

Vários avanços na Fisiologia e no campo tecnológico tornaram possível o surgimento do Eletrocardiograma no início do século passado. Willem Einthoven (1860-1927) é considerado o pai da Eletrocardiografia.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Ele nasceu na ilha de Java, atualmente Indonésia, mas logo cedo sua família foi morar na Holanda, onde estudou e desenvolveu seu trabalho. Inicialmente ele estudou Medicina na Universidade de Utrecht (Holanda). Após se associar a um grande fisiologista (Frans Donders), foi nomeado Professor de Fisiologia da Universidade de Leiden (Holanda). Publicou estudos sobre várias áreas da eletrofisiologia, mas a sua maior contribuição à ciência ocorreu quando Einthoven se interessou pelo registro da atividade do coração, utilizando um eletrômetro capilar, que havia sido usado por Augustus D. Waller (1856-1922).

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Com o eletrômetro capilar descoberto pelo físico francês Gabriel Lippman, Waller foi o primeiro a registrar de forma rudimentar, em 1887, a atividade elétrica do coração captada na superfície do corpo. O eletrômetro capilar de Lippman consistia de um tubo preenchido com mercúrio e ácido sulfúrico, que por ser menos denso ocupava a parte superior do tubo. Os potenciais elétricos alteram a tensão superficial, fazendo o mercúrio flutuar levemente (deslocando-o para cima ou para baixo), indicando a diferença de potencial existente. Este movimento era captado na forma de “eletrograma”.




1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo