• drcharlesrsouza

Pressão alta: quando ir à Emergência?

É comum encontrarmos no pronto socorro pacientes que acordam no meio da madrugada, percebem que a pressão está “alta” e decidem buscar atendimento médico. Entretanto, na maioria das vezes, isso não é necessário. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Estar com a pressão alta não significa ser hipertenso – você pode não ter a doença e mesmo assim estar com a pressão alta em algumas circunstâncias como em casos de dor, estresse, ansiedade, privação de sono ou após consumir bebidas estimulantes. Em circunstâncias assim, deve-se controlar a causa da elevação da pressão, e muito provavelmente não há a necessidade de ir à emergência.

Pressão elevada, mesmo que de maneira persistente, na maioria das vezes não é uma urgência ou emergência. O ideal é que você agende uma consulta de rotina e passe por um check-up cardiológico onde poderão ser detectados possíveis problemas e estabelecer o melhor tratamento. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Quando ir à Emergência então? ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Quando o paciente apresentar elevação exagerada da pressão arterial ou algum sintoma de complicações da elevação grave da pressão arterial – confusão mental, dor de cabeça forte, redução do volume urinário, perda de força ou dor no peito.




0 visualização0 comentário
Local de atendimento

Belo Horizonte:

Clínica Cardiológica

Rua Grão-Pará 454, Santa Efigênia

(31) 3218-3444

Hospital Lifecenter

Av. do Contorno 4747, Funcionários

(31) 3280-4000

Clientes UNIMED, PMMG, IPSEMG

ligue e confira nossas condições especiais

Contatos

charlesriossouza@gmail.com

Instagram: @drcharlesriosmarcapasso